INTRODUÇÃO

Se conheces os demais e te conheces a ti mesmo, nem em cem batalhas correrás perigo; se não conheces os demais, porém te conheces a ti mesmo, perderás uma batalha e ganharás outra; se não conhece aos demais nem te conheces a ti mesmo, correrás perigo em cada batalha

A ARTE DA GUERRA – SUN TZU – INSTITUTO MOREIRA NECHO

A princípio quis escrever aos cientistas e intelectuais para despertar o entendimento e a aceitação de um universo, assustadoramente maior e mais amplo do que o universo visível, porém oculto aos instrumentos físicos.

Depois quis escrever aos religiosos para mostrar que todas as filosofias ou doutrinas sérias se encadeiam e se completam, explicando uma o que a outra não mencionou.

Agora, mais modesto que há 20 anos, resolvo escrever aos meus filhos, alunos e, despretensiosamente quem sabe, aos eleitos da Nova Era,  para servir de subsídio e estímulo ao seu autoconhecimento.

"As profecias do Velho Testamento sempre se referiram a um Messias, eleito de Deus, "Salvador" da humanidade .... mas os profetas não explicaram  a natureza dessa "salvação" e nem sequer deixaram indicações que esclarecer os exegetas modernos.
No entanto a humanidade do século XX já esta capacitada para entender o sentido exato do vocábulo "salvador" e também qual é a natureza da tarefa de Jesus junto aos homens.
 Seu Evangelho, como um "Código Moral" dos costumes e das regras da vida angélica, proporciona a "salvação" do espírito do homem, libertando-o dos grilhões do instinto animal e das ilusões da vida material. Essa "salvação", no entanto, ainda se amplia noutro sentido, porque os redimidos ou "salvos" dos seus próprios pecados também ficam livres da emigração compulsória para um planeta inferior, cujo acontecimento já se processa na vossa época, simbolizado pelo "Fim dos Tempos" ou "Juízo Final".
O SUBLIME PEREGRINO, RAMATIS, ED. CONHECIMENTO

Convido-vos, filhos, a percorrerem estes resumos como uma hipótese razoável, pois foi o melhor que pude entender da vida em mais de 1/2 século de estudos e reflexões, e que tem me explicado muito dos acertos e desacertos humanos, e depois meus filhos, através da vivência e experiência adquirida, poderão aquilatar melhor como funciona a vida.

ABRON